Metalúrgicos e mudanças nas relações de trabalho: região de Jundiaí-SP, décadas de 1960 a 2000

Autores

  • Rinaldo José Varussa

Resumo

Este artigo busca problematizar o conceito "reestruturação produtiva", a partir de um diálogo com a produção bibliográfica que pautou as mudanças nas relações de trabalho nas indústrias, entre as décadas de 1980 e 2000, tomando como possibilidade de reflexão daquelas mudanças o processo vivido por metalúrgicos vinculados à empresa ThyssenKrupp de Campo Limpo Paulista.

PALAVRAS-CHAVE: Reestruturação produtiva/desestruturação improdutiva. Fordismo/toytismo. Metalúrgicos

ABSTRACT: This article aims to debate the concept "productive restructuring" from to a dialogue with the bibliographic production that staffed the changes of work in the industries, between the decades 1980 and 2000, having the opportunity of reflection those changes the process lived by the metallurgics who were linked with ThyssenKrupp of Campo Limpo Paulista.

KEYWORDS: Productive restruturing/unproductive destructuration. Fordism/toytism. Metallurgic worker.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2012-07-21

Como Citar

JOSÉ VARUSSA, R. Metalúrgicos e mudanças nas relações de trabalho: região de Jundiaí-SP, décadas de 1960 a 2000. Revista História & Perspectivas, [S. l.], v. 25, n. 46, 2012. Disponível em: https://seer.ufu.br/index.php/historiaperspectivas/article/view/19448. Acesso em: 30 nov. 2022.

Edição

Seção

Dossiê Memória e Globalização