DESERTORES, DESEMPREGADOS E OUTROS ELEMENTOS PERIGOSOS NA CIDADE DO PARAISO TERREAL. A REBELIÃO SEBASTIANISTA NA SERRA DO RODEADOR (PERNAMBUCO, PRIMEIRA METADE DO SÉCULO XIX)

Autores

  • Flavio José Gomes Cabral

Resumo


O artigo se propõe analisar um movimento de inspiração sebastianista organizado por uma comunidade de homens livres, em sua maioria mulatos, trabalhadores rurais, arrebanhados próximo à Serra do Rodeador, em Bonito, Província de Pernambuco, nos primeiros anos do século XIX. Numa conjuntura marcada por conflitos sociais e políticos na passagem do período colonial para a construção do regime imperial, algumas insatisfações com a ordem são denunciadas pelos habitantes da Cidade do Paraíso Terreal. Nessa comunidade sonhos foram arquitetados na expectativa de que com o retorno de Dom Sebastião uma nova ordem seria inaugurada. Entendeu-se que tais pensamentos eram perigosos para a segurança do Estado, uma vez que esses e outros intentos de rebeldia transitavam em várias esferas coloniais às vésperas da Independência. O medo de que ali se disseminava um cisma religioso e, sobretudo, político induziu a Coroa, em 1820, a amordaçar de forma arbitrária a referida comunidade.


PALAVRAS-CHAVE: homens livres, século XIX, Rodeador.

ABSTRACT

The purpose of this article is to analyse a sebastianista movement organized by a free-men community formed for the most part by mulattos and laborers from the Serra do Rodeador, in Bonito, Province of Pernambuco, Brazil, in 19th century early years. In a conjuncture marked by social and political conflicts in the passage of the colonial period to the construction of the imperial regime, some dissatisfactions with the order were denounced by the inhabitants of the Cidade do Paraíso Terreal. In that community dreams were thought up in the expectation of that after the return of Dom Sebastião a new order would be established. These ideas were considered threatening to the safety of the State because of rebellion menaces in several colonial spheres on the eve of the Independence. The fear that a religious and above all political schism was being disseminated among the people induced the Crown, in 1820, to gag this community in an arbitrary way.

KEYWORDS: Rodeador, free men, 19th century.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2009-02-03

Como Citar

JOSÉ GOMES CABRAL, F. DESERTORES, DESEMPREGADOS E OUTROS ELEMENTOS PERIGOSOS NA CIDADE DO PARAISO TERREAL. A REBELIÃO SEBASTIANISTA NA SERRA DO RODEADOR (PERNAMBUCO, PRIMEIRA METADE DO SÉCULO XIX). Revista História & Perspectivas, [S. l.], v. 1, n. 2930, 2009. Disponível em: https://seer.ufu.br/index.php/historiaperspectivas/article/view/19142. Acesso em: 19 maio. 2024.

Edição

Seção

Dossiê Espaço rural brasileiro: constituição, tensões e