ANÁLISE DE SEGUNDA ORDEM DE EDIFICAÇÕES INDUSTRIAIS EM TRÊS DIMENSÕES

Autores

  • Ricardo Ficanha CS Metal - Empresa Metalúrgica Rua Reinoldo Matte, 823 Centro - Marau/RS - CEP:99150-000
  • Zacarias Martin Chamberlain Pravia Universidade de Passo Fundo http://orcid.org/0000-0002-4054-346X

DOI:

https://doi.org/10.14393/19834071.2015.31353

Resumo

Os efeitos de segunda ordem foram inclusos historicamente pelo método do comprimento efetivo de flambagem (K). Todos as pesquisas sobre análise de segunda ordem têm sido desenvolvidas no plano e com pórticos regulares retangulares. As novas alternativas usam análise de segunda ordem pela análise direta e métodos simplificados. Essa metodologia foi incluída na norma Americana ANSI AISC 360 desde o ano 2005 e mantida na versão de 2010. Assim como com o conceito de comprimento efetivo, as pesquisas para análise direta de segunda ordem são quase todas em pórticos planos regulares. Neste artigo, o conceito de comprimento efetivo de flambagem é revisitado e estendido para o espaço 3D. Usando modelos não simétricos e tridimensionais de estruturas de aço industriais, análises de estabilidade elástica e de segunda ordem em 3D foram desenvolvidos e comparados com as pesquisas e seus resultados em pórticos planos. Destes estudos se obtém conclusões fundamentais para a análise tridimensional de estruturas de aço. Palavras Chave: análise de segunda ordem; estruturas de aço; pórticos tridimensionais irregulares.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Ricardo Ficanha, CS Metal - Empresa Metalúrgica Rua Reinoldo Matte, 823 Centro - Marau/RS - CEP:99150-000

Engenheiro Estrutural CS Metal Mestre en Engenharia Civil e Ambiental

Zacarias Martin Chamberlain Pravia, Universidade de Passo Fundo

Professor Faculdade de Engenharia e Arquitetura Universidade de Passo Fundo. Cursos de Engenharia Civil e Arquitetura, PPGEng - Programa de posgraduação em Engenharia Civil e Ambiental

Downloads

Publicado

2016-01-26

Edição

Seção

Engenharia Civil