DOSSIÊ - Direito à educação básica e superior em tempos de pandemia – políticas de permanência e qualidade

2021-06-17

Dossiê: Direito à educação básica e superior em tempos de pandemia – políticas de permanência e qualidade

Publicação: v.10, nº. 3 (2021)

Recebimento dos textos: DATA PRORROGADA até 15 de JULHO de 2021 

Organizadoras:

Profa. Dra. Klivia de Cássia Silva Nunes - Lattes: http://lattes.cnpq.br/941239895918408

Profa. Dra. Valéria Moreira Rezende - Lattes: http://lattes.cnpq.br/11545864180905760

Ementa: 

O Brasil em 2020 foi marcado pela eclosão de um novo cenário educacional em decorrência da Pandemia pela COVID-19, de projeção mundial. Como medida protetiva para conter a disseminação da doença, as aulas presenciais foram suspensas na maioria das escolas públicas de educação básica e superior do país. 

No entanto, os calendários letivos não foram suspensos, instituindo o chamado “ensino remoto” nas escolas de educação básica e superior. Aliado a essa séria crise sanitária, o país protagoniza também a crise da atual gestão, com políticas públicas emanadas pelo governo Bolsonaro, responsável pelo agravamento das desigualdades no campo educacional.

Nesse contexto, faz-se necessário suscitar reflexões como forma de resistência, de denúncia e apontar caminhos possíveis de ordenamento durante e pós-pandemia. Para tanto, o presente dossiê visa reunir produções acerca da temática: “Direito à educação básica e superior em tempos de pandemia – políticas de permanência e qualidade”.

Tomando como eixo central as políticas educacionais, o objetivo é refletir sobre os impactos, os desafios e as perspectivas que coloquem em relevo aspectos concernentes à temática, priorizando ensino remoto, relação-família-escola, novas tecnologias digitais, metodologias ativas, financiamento da educação, formação e trabalho docente e currículo e avaliação. O Dossiê representa o nosso compromisso de divulgar o conhecimento produzido por pesquisadores, versando sobre as diversas perspectivas epistemológicas, a fim de desvelar o desmonte da educação, a contradição e a dialética posta no cenário atual.