Revista Rascunhos - Caminhos da Pesquisa em Artes Cênicas https://seer.ufu.br/index.php/rascunhos <p>Rascunhos é uma publicação eletrônica, de periodicidade semestral que reúne artistas-pesquisadores do Programa de Pós-Graduação em Artes Cênicas da Universidade Federal de Uberlândia e de outras IES. Está ligada administrativamente ao Instituto de Artes da UFU.</p> Portal de Periódicos da UFU pt-BR Revista Rascunhos - Caminhos da Pesquisa em Artes Cênicas 2358-3703 <p>Autores que publicam nesta revista concordam com os seguintes termos:</p><p> </p><ol start="1"><li>Autores mantém os direitos autorais e concedem à revista o direito de primeira publicação, com o trabalho simultaneamente licenciado sob a <a href="http://creativecommons.org/licenses/by/3.0/" target="_new">Licença Creative Commons Attribution</a> que permite o compartilhamento do trabalho com reconhecimento da autoria e publicação inicial nesta revista. </li></ol><ol start="2"><li>Autores têm autorização para assumir contratos adicionais separadamente, para distribuição não-exclusiva da versão do trabalho publicada nesta revista (ex.: publicar em repositório institucional ou como capítulo de livro), com reconhecimento de autoria e publicação inicial nesta revista. </li></ol><ol start="3"><li>Autores têm permissão e são estimulados a publicar e distribuir seu trabalho online (ex.: em repositórios institucionais ou na sua página pessoal) a qualquer ponto antes ou durante o processo editorial, já que isso pode gerar alterações produtivas, bem como aumentar o impacto e a citação do trabalho publicado (Veja <a href="http://opcit.eprints.org/oacitation-biblio.html" target="_new">O Efeito do Acesso Livre</a>).</li></ol> A TELA-COMPOSITORA https://seer.ufu.br/index.php/rascunhos/article/view/70069 <p>Este estudo analisa a tela-compositora como dispositivo de criação e mediação teatral <em>on-line</em> com crianças espectadoras do espetáculo @travessamentos: A Travessia da Borboleta (Curitiba, 2021), da Sangá Cia. de Teatro, no seu encontro com a experiência cênica no espaço virtual. O resultado permitiu discutir a mediação teatral virtual como um espaço poético de produção de (tele)presenças a partir da relação estabelecida entre as crianças espectadoras, artistas e obra.</p> Robson Rosseto Ana Letícia Villas Bôas Copyright (c) 2023 Revista Rascunhos - Caminhos da Pesquisa em Artes Cênicas 2023-12-30 2023-12-30 10 02 5 26 10.14393/issn2358-3703.v10n2a2023-01 HULL HOUSE: https://seer.ufu.br/index.php/rascunhos/article/view/70106 <p>O trabalho apresentado analisa a relevância da Hull House como base embrionária para o desenvolvimento filosófico dos jogos teatrais de Viola Spolin, destacando a importância das pesquisas de Neva Leona Boyd, John Dewey e Jane Addams para a sistematização dos jogos teatrais de Spolin. A metodologia da pesquisa, de caráter bibliográfico, busca analisar e comparar dados de diferentes estudiosos sobre o assunto, como: Paul Simon (1971), Viola Spolin (1963, 1986, 1999), Ingrid Koudela (1984), Neva Boyd (1971), dentre outros, objetivando demonstrar que as bases filosóficas da sistematização dos jogos teatrais são mais densas do que se expectava.</p> Karine Ramaldes Copyright (c) 2023 Revista Rascunhos - Caminhos da Pesquisa em Artes Cênicas 2023-12-30 2023-12-30 10 02 27 45 10.14393/issn2358-3703.v10n2a2023-02 IDENTIDADES E SUBJETIVIDADES: https://seer.ufu.br/index.php/rascunhos/article/view/70107 <p>Este artigo objetiva refletir sobre os saberes presentes nas encruzilhadas, espaços e tempos que possibilitam o cruzamento de saberes diversos com base na formação inicial e continuada da autora como artista-docente. A ideia é reconhecer a diversidade de conhecimentos presentes nas brechas, observar a construção da identidade dessa artista-docente com o propósito de ressaltar as subjetividades da formação. Para tanto, o artigo considera o corpo como potência e a experiência (in)corporada, vivida no corpo, e propõe uma reflexão sobre outros espaços a fim de valorizar uma educação contra-hegemônica na formação docente.</p> Carolina Romano de Andrade Copyright (c) 2023 Revista Rascunhos - Caminhos da Pesquisa em Artes Cênicas 2023-12-30 2023-12-30 10 02 46 63 10.14393/issn2358-3703.v10n2a2023-03 INFÂNCIAS, HISTÓRIAS E MATERIALIDAES https://seer.ufu.br/index.php/rascunhos/article/view/70216 <p>Este artigo traz uma reflexão das ações artísticas e pedagógicas desenvolvidas com três turmas da E. M. de Educação Infantil Jean Piaget em Uberlândia/MG. As experimentações investigaram a importância da ambientação cênica e das materialidades na construção de contações de histórias com a primeira infância, partindo-se do pressuposto de que as crianças podem participar, contar e narrar histórias por meio de uma organização espacial e do uso de objetos, como um recurso pedagógico, além de ser uma ação fruidora de processos artísticos e motivadora do desenvolvimento das crianças, abrangendo as questões físicas, cognitivas, emocionais e sociais.</p> Flávia Janiaski Meirinês Severino de Oliveira Copyright (c) 2023 Revista Rascunhos - Caminhos da Pesquisa em Artes Cênicas 2023-12-30 2023-12-30 10 02 64 82 10.14393/issn2358-3703.v10n2a2023-04 METODOLOGIAS E PRÁTICAS TEATRAIS NA EDUCAÇÃO INFANTIL https://seer.ufu.br/index.php/rascunhos/article/view/70077 <p>Este artigo é um estudo de casos de investigações acerca da prática teatral e suas relações com as infâncias em âmbito educacional, tendo como ponto de partida as reflexões e os resultados emergidos da pesquisa realizada no Programa de Iniciação Científica do curso de Licenciatura em Teatro da Universidade Federal do Amapá (UNIFAP). Por isso, configura-se em um material de consulta, especialmente, para discentes em formação em Teatro. O objetivo é, portanto, destacar, exemplos de práticas teatrais realizadas com crianças entre 4 e 5 anos de idade no período entre 2010 e 2020 em diferentes regiões brasileiras. A noção de infâncias é trazida pela Sociologia da Infância (Freire, 2020, Sarmento, 2005) e o brincar é discutido a partir da Fenomenologia (Machado, 2010a, 2010b, 2015).</p> Adriana Moreira Silva Isabelle Alves Brandão Copyright (c) 2023 Revista Rascunhos - Caminhos da Pesquisa em Artes Cênicas 2023-12-30 2023-12-30 10 02 83 104 10.14393/issn2358-3703.v10n2a2023-05 MOVIMENTOS EM PALAVRAS https://seer.ufu.br/index.php/rascunhos/article/view/70180 <p>Este texto relata reflexões geradas no processo de elaboração de conteúdos didáticos voltados ao componente curricular da Dança para o Programa Nacional do Livro e do Material Didático, edital do Ministério da Educação. Com foco na autonomia do professor e no incentivo à criação de danças autorais, o desafio foi o de transformar ideias de movimentos corporificados em palavras que não endurecessem a prática. O embasamento teórico se apoiou no diálogo entre a legislação e autores como Jorge Larrosa (2018), Carolina Andrade (2020) e Isabel Marques (2018). O texto procura expor parte das indagações ocorridas no processo para buscar novos métodos de aperfeiçoamento no ofício docente e de escritora.</p> <p><strong>Palavras-chave:</strong> Dança para crianças, dança na escola, livro didático.</p> Dafne Sense Michellepis Copyright (c) 2023 Revista Rascunhos - Caminhos da Pesquisa em Artes Cênicas 2023-12-30 2023-12-30 10 02 105 123 10.14393/issn2358-3703.v10n2a2023-06 NARRATIVAS QUALIRAS E TEATRALIDADES: https://seer.ufu.br/index.php/rascunhos/article/view/70171 <p>Este artigo propõe um diálogo entre as propostas artístico-pedagógicas com a leitura e teatralidade e as narrativas qualiras, termo pejorativo típico de São Luís – MA para nomear homossexuais afeminados (o qual aqui é ressignificado como ato de resistência). A experiência foi mediada no ano de 2019, durante uma oficina teórico-prática proposta para docentes da educação básica das múltiplas áreas do conhecimento. Os objetivos foram investigar a potência da metáfora nos livros literários com temáticas qualiras, além de propor a aproximação dos/as participantes desse vocábulo nordestino em interlocução com as práticas de leitura e teatralidade. Partindo desses pressupostos, foram utilizados (as) autores (as) como Jackson Sá-Silva (2012) e Alderico Almeida (2022), Carmen Bobes (2004) e Heloise Vidor (2016, 2020). Os dados foram coletados e analisados a partir de registro fotográfico, oral (gravado) e escrito de participantes da oficina.</p> <p><strong>Palavras-chave</strong>: pedagogia das artes cênicas, qualira, leitura e teatralidade, ensino do teatro.</p> Fernando Augusto Nascimento Vicente Concilio Copyright (c) 2023 Revista Rascunhos - Caminhos da Pesquisa em Artes Cênicas 2023-12-30 2023-12-30 10 02 124 144 10.14393/issn2358-3703.v10n2a2023-07 O ARTIVISMO DA PROXIMIDADE E A CRIAÇÃO DE PROCEDIMENTOS METODOLÓGICOS A PARTIR DA ESCUTA: https://seer.ufu.br/index.php/rascunhos/article/view/70046 <p>Neste artigo apresento aspectos do Artivismo da proximidade com base na análise de uma performance do grupo Salmonela Urbana Cia, em conjunto com o grupo Práticas e processos de performances e intervenções (UNESPAR), que aconteceu nas comunidades temporárias: Vigília Lula Livre, Comunidade Indígena e Livraria feminista. Foram analisadas especificidades presentes em cada uma delas que se transformaram em procedimentos metodológicos e as implicações pedagógicas intrínsecas aos seus modos de fazer. O mote foi a escuta como abertura para a criação de procedimentos e o diálogo entre as diversas subjetividades para a construção de sua forma de fazer. A base teórica foi: Paulo Freire, Larossa Bondia, Eleonora Fabião, Oscar Cornago, Marcelo Expósito, Claire Bishop, Nicolas Bourriaud.</p> Lucia Helena Martins Copyright (c) 2023 Revista Rascunhos - Caminhos da Pesquisa em Artes Cênicas 2023-12-30 2023-12-30 10 02 145 165 10.14393/issn2358-3703.v10n2a2023-08 O MANTO DOS ESPECIALISTAS NO PROCESSO DE DRAMA 2.170 https://seer.ufu.br/index.php/rascunhos/article/view/70064 <p>O presente artigo tem como objetivo investigar o sistema elaborado por Dorothy Heathcote Manto dos Especialistas - MoE a partir de uma experiência em um processo de Drama intitulado <em>2.170</em>. Para isso, foram utilizados estudos teóricos e práticos que investigam a abordagem do MoE, o uso do sistema e sua estrutura, a partir do desenvolvimento do aprendizado dos(as) participantes do processo.</p> Wellington MENEGAZ DE Paula Júlia Leão Souza Copyright (c) 2023 Revista Rascunhos - Caminhos da Pesquisa em Artes Cênicas 2023-12-30 2023-12-30 10 02 166 179 10.14393/issn2358-3703.v10n2a2023-09 POÉTICAS NEGRAS https://seer.ufu.br/index.php/rascunhos/article/view/70215 <p>Este artigo compartilha possibilidades para construção de poéticas negras no ensino de<br>Teatro, a partir dos princípios da cosmovisão africana. Para tanto, o pensamento de<br>estudiosos/as como Leda Maria Martins (1995; 2002) e Evani Tavares Lima (2010) entre<br>outros pesquisadores voltados para artes e epistemologias afrocentradas, atravessa<br>teoricamente o estudo aqui partilhado. Intenta-se, assim, instigar outros/as professores/as<br>a arquitetar propostas de criação próprias, considerando essas referências afrocentradas,<br>no sentido de construir experiências estéticas com os estudantes. Essa escrita parte de<br>(auto)narrativas, em uma abordagem metodológica que inclui a (auto)etnografia e o<br>método cartográfico.</p> Vinícius da Silva Lirio Eneida Campos de Carvalho e Silva Copyright (c) 2023 Revista Rascunhos - Caminhos da Pesquisa em Artes Cênicas 2023-12-30 2023-12-30 10 02 180 193 10.14393/issn2358-3703.v10n2a2023-10 POR QUE BRECHT VISITOU A MINHA ESCOLA? https://seer.ufu.br/index.php/rascunhos/article/view/70145 <p>Este artigo busca refletir acerca da proposta de experimentação cênica no contexto da disciplina Eletiva de Base <em>Por que Brecht visitou a minha escola?</em> a partir do processo de criação da cena <em>O grande acordo: história de um almoço</em>, produzida por alunos(as) do Ensino Médio, do Centro Educa Mais Menino Jesus de Praga, São Luís, Maranhão. O artigo apresenta as etapas que compreendem desde os estudos sobre a teoria do teatro didático, de Bertolt Brecht, assim como a proposta pedagógica da Eletiva de Base, perpassando pela prática de construção de roteiro e composição da cena, a fim de contribuir para uma prática que permita ao educando espectador/atuante ter uma visão mais crítica da sociedade. A prática resultou na formulação de uma proposta que visa desenvolver processos de criação-aprendizagem contribuindo para o reconhecimento de fenômenos estéticos.</p> Gisele Vasconcelos Idaiana da Silva Neves Pereira Copyright (c) 2023 Revista Rascunhos - Caminhos da Pesquisa em Artes Cênicas 2023-12-30 2023-12-30 10 02 194 213 10.14393/issn2358-3703.v10n2a2023-11 SEMINÁRIOS E LABORATÓRIOS VIRTUAIS DO GESTO DA FLORESTA: https://seer.ufu.br/index.php/rascunhos/article/view/70111 <p>Esse artigo busca analisar algumas atividades artísticas realizadas nos Seminários e Laboratórios Virtuais do GESTO &nbsp;(Grupo de Estudos em Teatro do Oprimido) da Floresta, vinculado a Universidade Federal do Acre. A partir de jogos e exercícios teatrais, o grupo reflete sobre as dualidades e complexidades do ser humano, buscando ampliar a percepção pessoal e coletiva dos participantes a partir das práticas artísticas e as rodas de conversas. Analisando conceitos como oprimido e opressor, luz e sombra o texto nos oferece questionamentos sobre a subjetividade humana, tendo como metodologia o Teatro do Oprimido.&nbsp;</p> Flavio Santos da Conceição Samila de Paula Niz Copyright (c) 2023 Revista Rascunhos - Caminhos da Pesquisa em Artes Cênicas 2023-12-30 2023-12-30 10 02 214 225 10.14393/issn2358-3703.v10n2a2023-12 “TEATRO É COISA DE GAY?” https://seer.ufu.br/index.php/rascunhos/article/view/70050 <p>O artigo tem como objetivo refletir os tensionamentos discursivos e produções de sentido entre teatro, masculinidades e a(s) homossexualidade(s) nos discursos que circulam em uma plataforma brasileira <em>on-line</em> de perguntas e respostas. A análise se debruça sobre a pergunta ‘Teatro é coisa de gay?’ e suas diversas respostas formuladas a partir de um processo de interação virtual. Os resultados permitem a discussão de aspectos relacionados à educação em Artes do Corpo e da Cena, especialmente àqueles vinculados ao escopo temático da investigação: Seria o teatro um <em>reduto homossexual</em>? Uma prática desviante? Um refúgio para as masculinidades dissidentes?</p> Andrio Robert Lecheta Jean Carlos Gonçalves Copyright (c) 2023 Revista Rascunhos - Caminhos da Pesquisa em Artes Cênicas 2023-12-30 2023-12-30 10 02 226 248 10.14393/issn2358-3703.v10n2a2023-13 UM CURRÍCULO DE ARTES QUE VEM DA RUA https://seer.ufu.br/index.php/rascunhos/article/view/70051 <p>O artigo trata da análise de um currículo de Artes desenvolvido pelo autor com estudantes da Educação Básica em uma escola estadual em Porto Alegre, RS, a partir de suas memórias como professor de Artes Visuais e Música. O relato das práticas da performance e do <em>happening</em> vividas no dia a dia com a comunidade escolar se conecta com reflexões sobre as Artes na escola, com base nas pesquisas e teorias sobre a performance no contexto da escola pública.</p> <p> </p> Geraldo Bueno Fischer Copyright (c) 2023 Revista Rascunhos - Caminhos da Pesquisa em Artes Cênicas 2023-12-30 2023-12-30 10 02 249 266 10.14393/issn2358-3703.v10n2a2023-14 Apresentação https://seer.ufu.br/index.php/rascunhos/article/view/71395 <p>Apresentação do Dossiê </p> Wellington Menegaz Carolina Romano de Andrade Fernando Bueno Catelan Karine Ramaldes Robson Rosseto Vicente Concilio Copyright (c) 2023 Revista Rascunhos - Caminhos da Pesquisa em Artes Cênicas 2023-12-30 2023-12-30 10 02