Olhares & Trilhas https://seer.ufu.br/index.php/olharesetrilhas <p>A Olhares &amp; Trilhas (ISSN:1983.3857 - on-line) é o periódico eletrônico da Escola de Educação Básica da Universidade Federal de Uberlândia (Eseba/UFU). Os números, a partir de 2022, serão publicados em dois volumes anuais (em julho e em dezembro de cada ano).</p> Portal de Periódicos da UFU pt-BR Olhares & Trilhas 1518-2851 <p>Autores que publicam nesta revista concordam com os seguintes termos:</p> <p>Autores mantêm os direitos autorais e concedem à&nbsp; revista o direito de primeira publicação, com o trabalho simultaneamente licenciado sob a <a href="http://creativecommons.org/licenses/by-nc-nd/4.0/" target="_blank" rel="noopener">Creative Commons Attribution License</a>, que permite o compartilhamento irrestrito com reconhecimento da autoria do trabalho e publicação inicial nesta revista.</p> <p>Autores têm autorização para assumir contratos adicionais separadamente, para distribuição não-exclusiva da versão do trabalho publicada nesta revista (ex.: publicar em repositório institucional ou como capítulo de livro), com reconhecimento de autoria e publicação inicial nesta revista.</p> A criatividade no gesto de apropriação da língua escrita https://seer.ufu.br/index.php/olharesetrilhas/article/view/64169 <p>Neste artigo, propomo-nos problematizar o ensino da escrita em Língua Portuguesa no espaço escolar, sob a óptica da criatividade, filiando-nos à teoria da Enunciação de Émile Benveniste. Pressupondo-se que a manifestação de criatividade é constitutiva da prática de escrita, demonstramos nesta pesquisa que a propalada discursividade, em circulação no espaço escolar brasileiro, de que o aluno não sabe escrever de modo criativo está baseada em uma noção de criatividade que contradiz o próprio funcionamento do espaço político-simbólico escolar. Dessa forma, neste estudo, a criatividade refere-se ao modo de subjetivação do aluno em relação ao conhecimento apre(e)ndido. Portanto, nosso objetivo é compreender a manifestação de criatividade na produção textual escrita, produzida em espaço escolar, por alunos do Ensino Fundamental II, por meio do acompanhamento do trabalho de uma professora da rede pública municipal do interior de Minas Gerais, em uma sequência didática voltada à produção do gênero textual “texto de opinião”.</p> Priscilla Felipe Borges de Freitas Copyright (c) 2022 Olhares & Trilhas http://creativecommons.org/licenses/by/4.0 2022-09-26 2022-09-26 24 2 1 20 10.14393/OT2022v24.n.2.64169 Reflexões sobre do Plano Nacional de Alfabetização – PNA https://seer.ufu.br/index.php/olharesetrilhas/article/view/64497 <p>Este trabalho objetiva fazer uma reflexão sobre o Plano Nacional de Alfabetização – PNA, buscando problematizar as visões de alfabetização e letramento presentes no documento, o referencial teórico que o embasa e os direcionamentos para os contextos de ensino nos anos iniciais do Ensino Fundamental. Além desses aspectos, buscamos situar as contribuições dos estudos dos (multi)letramentos e como direcionam metodologicamente para as práticas de ensino no contexto da alfabetização. Buscamos fazer esse movimento pelo olhar de Mortatti, (2019); Soares (2003, 2017), Rojo e Moura (2006, 2019), observando as escolhas enunciativas do PNA. Os resultados indicam a necessidade de se olhar criticamente para o documento e desconstruir ideias homogêneas em relação a conceitos de métodos, alfabetização baseado em evidências e como essas ideias rebatem na prática nos anos iniciais na educação básica sendo, portanto, necessário fazer rupturas com a visão de letramento autônomo.</p> Beatriz Filipini Bastianello Zaira Bomfante dos Santos Fabriciano Barbosa de Souza Copyright (c) 2022 Olhares & Trilhas http://creativecommons.org/licenses/by/4.0 2022-09-26 2022-09-26 24 2 1 18 10.14393/OT2022v24.n.2.64497